15 dias fantásticos

Em 2015, entrei para a Royal School of Languages de Aveiro e tive conhecimento dos cursos de Verão em Inglaterra.
Desde o primeiro momento, fiquei com curiosidade porque, ao ler os testemunhos de colegas, percebi que podia ser uma oportunidade única. Depois de falar com os meus pais, achei que seria enriquecedor fazer o curso porque nunca tinha ido a Inglaterra e era uma forma de conhecer uma cultura distinta com pessoas da minha idade.

Em 2015, fui então fazer o meu primeiro curso de 15 dias em Inglaterra.
Fiquei em casa de uma senhora bastante acolhedora que me fez sentir na minha própria casa. Partilhei a casa com mais 2 raparigas, no início não as conhecia, mas após os primeiros dias todas as barreiras foram quebradas. A escola era local onde estávamos em contacto com colegas de outras nacionalidades, e onde aprender era bastante divertido. Todos os dias, durante a parte da tarde tínhamos atividades como conhecer a cidade, ir ao cinema, uma tarde de atividades desportivas. Era um programa bastante variado e descontraído, apesar de haver horários para cumprir, era algo que não custava.
No 14º dia, quando me apercebi que o curso estava a acabar, só queria ficar mais duas semanas, conhecer mais pessoas e continuar a aprender.

Sempre me disseram que a melhor forma para aprender uma língua era estar no local onde precisava de falar essa língua para ser compreendida, era o que me diziam, mas depois de estar em Inglaterra tive a certeza que era assim que funcionava. No ano seguinte notei essa evolução na escola e ficou um bichinho dentro de mim que me fazia querer voltar mais duas semanas e voltar a ter um Verão inesquecível. E assim foi, em 2016 fui a Inglaterra com a Royal School para mais um curso de Verão.

No meu segundo curso fiquei em casa de uma família diferente e novamente com uma colega que não conhecia, esta colega nem sequer era da minha cidade. A nossa adaptação foi bastante rápida e as duas semanas foram inesquecíveis novamente. Nesse ano, as atividades foram outras, ou seja, o curso acabou por não ser o mesmo do ano anterior.

Bath é uma cidade muito bonita e acolhedora. É verdade que o tempo em Inglaterra é instável, mas é um ambiente mágico, estamos sempre preparados para tudo e mesmo que eu não tenha um guarda chuva, ao meu lado tenho a certeza que há um amigo que me abriga. O espírito que o grupo vive é único e das duas vezes que fui posso dizer que foram espíritos diferentes, mas ambos bastante acolhedores. Fiz amizades com pessoas de outros países com as quais hoje ainda mantenho contacto e já tive a sorte de receber a visita da minha primeira host family.

Ir a Inglaterra com a Royal School fez-me crescer a nível pessoal e melhorar o meu inglês. O acompanhamento dos leaders é atento e permanente.

Mariana Vila Real

28 Nov 2017
Siga-nos em
2019 © Royal School of Languages